Altenburg inaugura fábrica em Sergipe de R$ 30 mi que pode gerar faturamento de até R$ 200 mi nos próximos anos


Continua depois da publicidade


Dentro do plano de expansão e para atender à demanda de mercado, a Altenburg, empresa catarinense quase centenária que figura hoje como a maior fabricante de travesseiros do Brasil e América Latina, inaugura neste  mês uma nova fábrica de 18 mil m², na cidade de Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe. A escolha pelo estado de Sergipe deve-se à logística, boa mão de obra e incentivos fiscais.  

A empresa, que tem em seu DNA a sustentabilidade, apostou forte na nova unidade Nordeste, onde atua desde 2009. A fábrica atual tem 7,5 mil m² e a nova planta passará a contar com 18 mil m² de área construída, com muita área verde e melhor aproveitamento dos espaços, trazendo a natureza para o dia a dia dos colaboradores.

Para Roberto Carlos Zamprogna, gerente responsável pela unidade, a nova fábrica, além de ser mais sustentável, segue os preceitos de boas práticas investindo em espaços de lazer para os colaboradores.

“A Altenburg, pensando no bem-estar, investiu em muitas áreas de convivência como, por exemplo: um refeitório moderno, quiosques para descanso, quadras esportivas e espaços com churrasqueiras. Áreas verdes também foram projetadas ao redor da fábrica e tornarão o dia-a-dia mais agradável e aconchegante. Queremos, cada vez mais, que nossos colaboradores possam vivenciar todos os conceitos que entregamos aos nossos clientes. Trabalhar pelo propósito de ampliar o bem-estar de nossos colaboradores está entre os nossos objetivos neste novo espaço”.

Para Tiago Altenburg, diretor comercial e neto da fundadora da empresa e futuro continuador, a nova unidade vem para agregar mais valor pela responsabilidade ambiental e social e será referência para todas as outras quatro unidades.

“As pessoas estão mais conscientes no meio onde estão inseridas, aliando sempre o respeito ao ambiente e à sociedade. Acreditamos que, quando investimos em ações sustentáveis, demonstramos estar preocupados com as futuras gerações e contribui para a valorização da nossa marca e estimula um pensamento mais otimista e solidário” conclui Tiago.


Continua depois da publicidade


Atualmente, a fábrica tem cerca de 230 colaboradores e com o novo espaço pode chegar a 400. Esta operação amplia as linhas de produtos de edredons, colchas, roupas de cama, protetores, travesseiros e toalhas felpudas.

Na nova fábrica a empresa investiu mais de R$ 30 milhões que pode gerar um faturamento de 100 a 200 milhões nos próximos anos.

*Com informações da Apoio Comunicação e Marketing, assessoria de imprensa da Altenburg




Comentários