Desaer investirá R$ 685 milhões para fabricar aeronaves regionais em MG

Esta será a primeira empresa fabricante de aeronaves deste porte no estado.

Na sexta-feira (3/6), em Araxá (MG), o governo do estado participou do anúncio da implantação da Desaer – Desenvolvimento Aeronáutico, fabricante de aeronaves regionais com capacidade para até 50 passageiros, às margens do Aeroporto de Araxá.  O empreendimento, divulgado na imprensa no ano passado, demandará investimentos da ordem de R$ 685 milhões e vai gerar 820 empregos diretos e indiretos, com previsão de início das operações em janeiro de 2025.

A primeira aeronave que será construída é um avião bimotor com capacidade para 19 passageiros, que pode ser convertida em transporte aeromédico, de tropas ou paraquedistas, patrulha e vigilância.

Durante atendimento à imprensa, o governador Romeu Zema lembrou que a Desaer foi disputada por sete estados, e que mais uma vez Minas se sobressaiu pela forma com que trata o investidor. 

“Havia outros sete estados na disputa, mas escolhemos Minas Gerais pela forma amigável e transparente com que o Governo de Minas nos tratou do início ao fim das negociações. A cidade de Araxá, por sua vez, também nos ofereceu ótimas condições para a realização dos ensaios com as aeronaves”, contou Evandro Fileno, CEO da Desaer.

Fileno explicou que a empresa já desenvolveu seu primeiro projeto de aeronave, o ATL-100, um modelo leve, com capacidade para transportar até 19 passageiros, que opera em pistas curtas e não pavimentadas e de fácil manutenção. O foco é a operação na aviação regional e em locais em que o avião é o meio mais rápido e seguro de transporte, como a região Amazônica.

Para o secretário Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, a instalação da fábrica de aeronaves em Araxá é uma importante conquista da atual gestão, que prioriza a criação e geração de empregos.


Continua depois da publicidade


“As estratégias implementadas pela equipe do sistema de desenvolvimento econômico do Governo de Minas geraram um ciclo virtuoso, registrando desempenho histórico em atração de investimentos da ordem de R$ 236 bilhões, de 2019 até o momento, um avanço nas políticas de atração de investimentos no estado, sobretudo na geração de empregos”, explicou.




Comentários