ANÁLISE DO SINAL DE EMISSÃO ACÚSTICA NO MICROFRESAMENTO DE AÇO COM GRÃOS ULTRAFINOS

por: Kandice Suane Barros Ribeiro, Marcelo Marchi, Alessandro Rodrigues

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade de São Paulo, ABCM, Universidade de São Paulo

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

Diante das dimensões reduzidas das ferramentas de microfresamento, a seleção não otimizada dos parâmetros de corte tende a maximizar o desgaste e a quebra da ferramenta durante operações de microusinagem. A análise do desgaste da ferramenta e da integridade da superfície da peça é normalmente realizada após a usinagem, o que exige um maior tempo de investigação pós-processo em microscópios de alta resolução. Isto posto, o desenvolvimento de um sistema de monitoramento para explorar as condições da microfresa durante a usinagem é fundamental. Portanto, o objetivo desta pesquisa é propor um método de monitoramento por emissão acústica (EA) em operações de microfresamento do aço COS AR60 com grãos ultrafinos (322 HB). Os testes de microfresamento foram realizados empregando ferramentas Mitsubishi MS2MSD0080, dois dentes e diâmetro de Ø800 µm, em um centro de usinagem CNC Hermle C800U sem aplicação de fluido de corte. Os sinais de emissão acústica foram adquiridos à taxa de 250 kHz e processados no MATLAB®. O valor RMS de cada sinal foi calculado e utilizado para avaliar a condição de desgaste da ferramenta. Os resultados apontaram uma redução em 2,29% no diâmetro da microfresa e que o sinal de emissão acústica puro e filtrado (1 kHz a 2 kHz) aumentou com o crescimento dos níveis de desgaste da ferramenta. Com isso, o estudo do sinal de emissão acústica mostrou-se viável e promissor no monitoramento de operações de microfresamento.


Palavras chave

Acessar artigo completo




Comentários



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta