Rota 2030 destina R$15 milhões para projetos desenvolvidos em parceria

Recurso será mobilizado para projetos do Basic Funding EMBRAPII, modalidade de fomento que incentiva alianças envolvendo empresas, centros de pesquisa e startups. Prazo para submissão de propostas se encerra sexta-feira (17).


Continua depois da publicidade


Empresas e startups que atuam no segmento automotivo ou de mobilidade podem contar com até R$15 milhões da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) para desenvolverem seus projetos na modalidade Basic Funding. Para este tipo de fomento, propostas ainda em níveis de maturidade tecnológica iniciais (percorrendo os TRLs 2 ao 4) podem receber o apoio técnico e financeiro, desde que reúnam pelo menos duas empresas, duas Unidades EMBRAPII - centros de pesquisa credenciados pela instituição - e uma startup na sua execução.

Os projetos devem contar com aporte mínimo do conjunto de empresas participantes de 10% em relação ao valor de Basic Funding EMBRAPII e não podem ser inferiores a R$ 5,5 milhões. Eles devem reunir empresas do mesmo setor, da mesma cadeia produtiva ou até atuantes em diferentes áreas, desde que compartilhem do mesmo desafio tecnológico. A aplicação dos recursos busca contribuir com o desenvolvimento de tecnologias disruptivas, intensivas em conhecimento e de maior risco, estimulando a participação de instituições de pesquisa e empresas brasileiras na produção de tecnologias na fronteira do conhecimento.

Para ter acesso ao recurso, os interessados devem entrar em contato diretamente com os líderes do Comitê Técnico de Veículos Autônomos e Mobilidade da Rede MCTI/EMBRAPII de Inovação em Transformação Digital (RITD).

O prazo para submissão de propostas aos Comitês Técnicos da RITD se encerra em 17/12.

Entre as vantagens da modalidade estão:

  • Acesso a especialistas e a infraestrutura de ponta das Unidades EMBRAPII;
  • Acesso a recursos não-reembolsáveis destinados ao apoio a projetos de P&D pré-competitivos;
  • Participação pioneira no desenvolvimento de novas rotas tecnológicas;
  • Compartilhamento dos custos e riscos entre as diferentes instituições parceiras;
  • Diversificação do portfólio de investimentos em projetos de P&D das empresas;
  • Aumento do diferencial competitivo das empresas com o desenvolvimento de tecnologias disruptivas e intensivas em conhecimento.

Os projetos destinados à indústria automotiva, apoiados pela a EMBRAPII, vão desde softwares de conectividade até robôs de inspeção para a linha de montagem, passando por tecnologias de eletromobilidade, Powertrain, baterias, biocombustíveis, entre outros. Desde 2019, a EMBRAPII coordena o Programa de Mobilidade e Logística, do Rota 2030 – iniciativa do Governo Federal para promover o desenvolvimento do setor automotivo no Brasil.




Comentários