por Felipe Fagundes    |   22/09/2021

3 curiosidades sobre o comércio exterior brasileiro


Publicidade


Em 2021 as transferências de mercadorias entre o Brasil e o restante do mundo, que compõem o comércio exterior brasileiro devem movimentar mais de US$ 500 bilhões, batendo uma cifra recorde segundo a estimativa do Ministério da Economia. O órgão também projeta que as importações cheguem a US$ 202,2 bilhões, uma alta de 27,3% em relação a 2020, e as exportações somem US$ 307,5 bilhões, com crescimento de 46,5%.

Para se ter uma ideia, apenas no primeiro semestre deste ano, foram movimentados US$ 236 bilhões, com superávit da balança comercial ou seja, o saldo entre as exportações sobre as importações, ficou positivo em US$ 36,7 bilhões no período.

Todas essas cifras mostram a importância do comércio exterior para a recuperação econômica do Brasil e nos colocam em destaque no cenário internacional como um importante parceiro comercial para qualquer país, além de toda essa movimentação gerar uma série de curiosidades que listamos abaixo para você ficar por dentro dos acontecimentos no mercado comex brasileiro:

Curiosidade 1

O comércio Brasil-China no primeiro semestre de 2021 foi de US$ 71 bi, o que representou aproximadamente US$ 1 bi a cada 60 horas. Mesmo com o gigante asiático nosso balanço é positivo no primeiro semestre em US$ 26,6 bi, o maior da história no relacionamento do Brasil com qualquer país.

Curiosidade 2

Nossas exportações para a Ásia, excluindo a China, são maiores que nossas exportações para toda a União Europeia, que por sua vez detém uma fatia maior das importações brasileiras. Ainda sobre nossas exportações para a Ásia (exceto China), elas são equivalentes a todas as nossas exportações para EUA e Argentina somados, sendo que estes dois são respectivamente o 2o. e 3o. maiores destinos de nossas exportações. 

Abrindo os dados dessa “Ásia sem China”, o Brasil exportou mais para Singapura do que para a Alemanha, mais para Coreia do Sul do que para a Espanha, mais para a Malásia do que para a Itália, mais para a Índia do que para o Reino Unido, mais para a Tailândia do que para a França, mais para o Vietnã do que para a Suíça, mais para a Indonésia do que para Portugal, mais para Bangladesh do que para Austrália, Dinamarca, Finlândia, Áustria e Israel somados e, apesar de estar em território chinês, exportou mais para Hong Kong do que para Suécia e Noruega somadas.

Curiosidade 3

As previsões para o Brasil em 2021 são de o país ter meio trilhão (US$ 500 bi) de movimentações comerciais com o exterior, com um superávit comercial superior a US$ 100 bi. Se confirmadas estas marcas, serão recordes históricos para o País.


Continua depois da publicidade


Ainda ficou com alguma dúvida sobre como podemos ajudar na sua empresa? Fale com um de nossos especialistas e entenda o que podemos agregar ao seu negócio.

Quero falar com um especialista

* O conteúdo e a opinião expressa neste artigo não representam a opinião do Grupo CIMM e são de responsabilidade do autor.

Felipe Fagundes

Perfil do autor

Head Comercial na Twelve Capital


Comentários