Estudo da Influência do Grau De Recobrimento no Acabamento de Superfícies de Aço ABNT 1045 Retificadas

por: Otávio Ruzzi, Bruno Abrão, Mayara Fernanda Pereira, Rodrigo Ruzzi, Rosemar Batista da Silva

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Uberlândia

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

A retificação é utilizada para conferir às peças uma combinação de ótimo acabamento e tolerâncias dimensionais estreitas por meio da ação de uma ferramenta composta por milhares de partículas abrasivas, o rebolo. Porém, ao decorrer do processo, o rebolo vai perdendo a sua capacidade de corte. E quando ele não consegue mais cortar, é necessário realizar a operação de dressagem, que visa a sua limpeza e exposição de novas arestas de corte. Desta forma, a dressagem torna-se uma operação de grande importância e especial atenção deve ser dedicada a determinação dos parâmetros que visem garantir eficiência na sua execução. Dentre os vários parâmetros de dressagem, o destaque está no grau de recobrimento (Ud) do rebolo. Neste contexto, o presente trabalho buscou avaliar a influência do grau de recobrimento no acabamento da superfície de aço ABNT 1045 com rebolo de óxido de alumínio. Foi utilizado um dressador de ponta única de diamante e foram testados três valores distintos de Ud (2, 5 e 8). O acabamento da peça foi avaliado em termos de rugosidade superficial (parâmetros Ra e Rz). Além disso, as imagens das superfícies retificadas foram obtidas por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Os resultados mostraram que o grau de recobrimento do rebolo exerceu forte influência no acabamento e textura da superfície retificada, sendo que o acabamento melhorou com o aumento do Ud.


Palavras chave

Acessar artigo completo




Comentários



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta