AVALIAÇÃO DA RUGOSIDADE E DA POTÊNCIA NA RETIFICAÇÃO DO AÇO INOXIDÁVEL VP 420 COM REBOLO DE ALUMINA MONOCRISTALINA

por: Mayara Fernanda Pereira, Bruno Abrão, Antonio Vitor de Mello, Rodolfo Oliveira, Rosemar Batista da Silva

Acessar artigo completo



Ano: 2019

Instituições de ensino: Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal de Uberlândia, ABCM, Universidade Federal de Uberlândia

Idioma: Portugues

Logo-abcm-300
Logo-cobef-2019



Resumo

Os aços inoxidáveis possuem uma ampla margem de aplicabilidade na indústria metal mecânica e de cutelaria, em especial na confecção de facas, tesouras e outros utensílios. E vários componentes fabricados a partir deste material necessitam de tolerâncias dimensionais e geométricas estreitas, que podem ser asseguradas com o processo de retificação. Contudo, a literatura ainda é escassa sobre informações sobre as condições de corte ideais para a retificação de aços inoxidáveis. Sob essa perspectiva, o presente trabalho visou avaliar a rugosidade e a potência na retificação do aço inoxidável VP 420 com rebolo de alumina monocristalina. Os parâmetros de entrada testados foram: duas penetrações de trabalho (ae = 10 µm e 25 µm). As velocidades da peça Vw e de corte Vs de 10 m/min e 37m/s, respectivamente, foram mantidas constantes. Como variáveis de saída, foram avaliados os parâmetros de rugosidade Rt e Rq e a potência máxima do processo de retificação. Os resultados mostraram que a usinagem com a menor penetração de trabalho ae = 10 µm gerou os menores valores de rugosidade das peças e de potência máxima.


Palavras chave

Acessar artigo completo




Comentários



Veja outros trabalhos acadêmicos

Outros conteúdos

Fórum

Tire suas dúvidas e ajude outras pessoas no CIMM:

Faça uma pergunta