CNI promove evento para empresas comandadas por mulheres

Até o dia 29 de julho, 30 empresárias inscritas serão capacitadas e participarão de rodadas de negócios com compradores internacionais de diversos setores.

Começou nesta segunda-feira (18) o Encontro Virtual de Negócios – Mulheres da Exportação, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). O evento propõe a conexão de empresas brasileiras de todos os setores, que são lideradas por mulheres, com compradores dos Estados Unidos por meio de uma plataforma digital. Ao todo, 30 empresárias se inscreveram e a expectativa é que as rodadas de negócios rendam cerca de R$ 19 milhões nos próximos 12 meses. As participantes são da Bahia (2), do Ceará (1), de Minas Gerais (7), do Paraná (4), do Rio Grande do Sul (12), de Santa Catarina (2) e de São Paulo (3). 

Segundo a CNI, entre 2012 e 2019, as mulheres viram a necessidade de assumir algumas funções e o percentual de mulheres que são chefes de família subiu de 37% para 48%. A análise foi feita pelo Observatório Nacional da Indústria e os dados fornecidos são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse aumento reflete o aumento da representatividade das mulheres no mercado de trabalho. 

Para a gerente de Internacionalização da CNI, Sarah Saldanha, as ações de negócios têm o objetivo de viabilizar mais oportunidades de exportação e importação para as empresas brasileiras. 

“Esse encontro tem foco em empresas lideradas por mulheres para incentivar ainda mais o empreendedorismo feminino na indústria. Há muitas chances de crescimento dentro e fora do país, por isso, mapeamos investidores internacionais que buscam produtos de empresas com essa característica”, reforça Sarah. 

Ao longo dos próximos 10 dias (18 a 29 de julho), os consultores entrarão em contato com as empresárias individualmente para começar a preparação para os encontros virtuais. A consultoria também estará em contato com as empresas para alinhamento e apoio à entrada de dados na plataforma de matchmaking. 


Continua depois da publicidade


As negociações acontecem nos mesmos dias, logo após o primeiro contato dos consultores, e serão acompanhadas por intérpretes de inglês/português para ajudar as participantes que acharem necessário. 

A iniciativa faz parte de um conjunto de serviços da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), em parceria com a Apex-Brasil, para incentivar a exportação de produtos brasileiros. 

O que é a Rede CIN

Coordenada nacionalmente pela CNI, a Rede CIN promove a internacionalização das empresas brasileiras por meio de um conjunto de serviços customizados a suas necessidades. 

Presente nas 26 federações de indústria dos estados e no Distrito Federal, ela conta com especialistas de comércio exterior que desenvolvem soluções encadeadas e complementares para os diversos níveis de maturidade das empresas brasileiras. Acesse o canal da Rede CIN e saiba mais. 

Imagem de capa: DepositPhotos.com




Comentários