Stellantis, Great Wall e GM lideram os investimentos de montadoras no Brasil até 2025

Os aportes anunciados pelo setor até junho já ultrapassam R$ 50 bilhões, até 2025, segundo o Automotive Business.

As montadoras instaladas no Brasil planejam continuar investindo na indústria automotiva. Segundo levantamento da Automotive Business, até junho de 2022 os aportes anunciados pelas fabricantes de automóveis de passeio e veículos pesados (caminhões e ônibus) somam quase R$ 52,6 bilhões até 2025.

De acordo com a publicação, boa parte dos investimentos virá das montadoras Stellantis, Great Wall e General Motors, mas também haverá investimentos de Toyota, Volkswagen, Volvo, Scania, VWCO, Daimler Trucks, Renault e Caoa Chery. 

Com foco no lançamento do Polo Track e do novo crossover que ficará abaixo do T-Cross, a Volkswagen confirmou o investimento de R$ 7 bilhões até 2026. A Great Wall aplicará R$10 bilhões no país até 2032, no entanto, até 2025 serão aplicados R$ 4 bilhões com os primeiros modelos híbridos flex.

A GM programou R$ 10 bilhões para serem gastos de 2020 a 2024. Já na Toyota, o investimento é cadenciado e o mais recente foi de R$ 50 milhões para Indaiatuba, mas a marca já aplicou R$ 1 bilhão em 2019. A Stellantis é a que tem o maior montante previsto para investir, chegando a R$ 16,2 bilhões de 2019 a 2025, sendo essa a soma de FCA e PSA.

Os fabricantes de caminhões e ônibus Volvo, Scania, Daimler Trucks e VWCO encerrarão os investimentos já iniciados de R$ 1,25 bilhão, R$ 1,4 bilhão, R$ 2,4 bilhões e R$ 2 bilhões, respectivamente.

A Renault não anunciou o montante até 2025, enquanto a Caoa Chery finalizará uma aplicação de R$ 1,5 bilhão até 2023.




Comentários