Novas técnicas beneficiam setor mineral com a redução de 63% das horas de manutenção corretiva

Desenvolvida pela empresa brasileira Icro Group, o ativo aumenta a produção mineral em US$ 88 milhões por ano.

A empresa brasileira Icro Group, tem desenvolvido no país um conjunto de técnicas e tecnologias que atuam no contexto operacional de plantas industriais, que possuem grande influência sobre aumento da produção mineral brasileira, capazes de reduzir  a quantidade de falhas e paradas não programadas. Entre os resultados conquistados pela companhia, está a redução de  63,52% das horas paradas por manutenção corretiva da Peneira Vibratória.

A Peneira Vibratória, ferramenta típica em diversos processos de mineração de carvão, é responsável pela separação de partículas de minério por tamanho, chamado tecnicamente de granulometria. Recentemente, a companhia aumentou a disponibilidade física do ativo, reduzindo 63,52% das horas paradas por manutenção corretiva por meio de ações e métodos da gestão de ativos, que envolve a Manutenção Preditiva, Integridade Estrutural, Engenharia de Confiabilidade Qualitativa e Quantitativa, para corrigir ou diminuir ocorrências dos principais modos de falha. 

A manutenção corretiva da Peneira Vibratória, que durava cerca de 536 horas, foi reduzida para 195, o que representa um ganho potencial de US$ 88 milhões por ano. Entre os principais problemas vinculados à quebra, estavam: defeito na longarina (45,19%), defeito na chapa lateral (23,25%), quebra - viga, drive beam, mola - (14,86%) e outras falhas (16,7%), o que afeta o desenvolvimento operacional, eleva o índice de acidentes e aumenta os custos de operação e manutenção.

Para a eficácia da ação, todo o trabalho da Icro Group está fundamentado através da integração entre 3 pilares importantes. São eles: Pessoas, Processos e Tecnologia, que  utiliza de diversos preceitos da indústria 4.0, integradas em uma única plataforma, possibilitando análises e tomadas de decisão consistentes durante toda a vida de um ativo.


Continua depois da publicidade


Segundo o diretor de Desenvolvimento, Estratégia e Inovação da Icro Group, Armando Marsarioli, as paradas de manutenção não programadas e horas inoperantes de máquinas representam sérios danos financeiros ao segmento. “É importante destacar que o grande desafio das empresas de mineração é atingir os objetivos organizacionais, mantendo custos e riscos dentro do planejado. Além de buscar por boas práticas no quesito de segurança e meio ambiente perante a sociedade e funcionários.  É justamente nesse aspecto, que a Icro tem levado para o setor resoluções eficazes”, conta.

Os principais ganhos relacionados a resultados financeiros, são: menor custo por meio da redução do tempo de reparo; otimização de estoques; otimização de mão de obra; otimização da estratégia de manutenção; redução dos riscos de segurança e redução dos riscos ao meio ambiente.

Cenário Brasileiro

Atualmente, no Brasil, cerca de 85% do consumo de carvão é voltado para o abastecimento de usinas termelétricas, além das  indústrias de cimento e de papel celulose.  Segundo dados do  Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), a produção mineral brasileira cresceu cerca de 7% no último ano em relação a 2020, somando 1,150 bilhão de toneladas.

Tópicos:



Comentários