Nissan investirá até R$ 1,3 bilhão para fabricação de novos veículos e modernização da fábrica de Resende

Como parte do seu projeto de manufatura na América do Sul, a Nissan realizará um investimento de até US$ 250 milhões (até R$ 1,3 bilhão) para a fabricação de futuros produtos e modernização da sua fábrica em Resende, no estado do Rio de Janeiro.

O anúncio foi realizado por Ashwani Gupta, COO da Nissan Motor Co., que visitou a América do Sul com o objetivo de fortalecer o apoio da Nissan para as operações na região.

"Estamos convencidos do grande potencial da América do Sul para o desenvolvimento dos nossos negócios. Não somente contamos com uma grande marca como também com uma rede de distribuidores cada vez mais consolidada e o talento adequado de nossa gente para impulsionar nosso crescimento. Este novo investimento é uma amostra do nosso firme compromisso para seguir oferecendo o melhor da nossa tecnologia e engenharia japonesa para os clientes", comentou o executivo.

O novo investimento tem entre seus objetivos desenvolver processos e conhecimento local de engenharia e automação, localização para novos produtos e melhorias na infraestrutura.

Esta semana, o Complexo Industrial da Nissan em Resende deu início a um novo turno, depois de alguns meses de preparação e capacitação dos 578 novos funcionários contratados para ampliar a capacidade produtiva da unidade. O objetivo é reforçar a fabricação do novo Nissan Kicks para atender a alta demanda do mercado local e exportação.

"Não tenho nenhuma dúvida de que esses investimentos em Resende, juntamente com o que temos feito na fábrica de Santa Isabel, na Argentina, onde produzimos a picape Frontier, serão fundamentais e nos permitirão seguir crescendo e demostrando que a Nissan chegou à região para converter-se em uma das principais marcas da América do Sul", disse Guy Rodríguez, Presidente e Diretor Geral da Nissan América do Sul.

Ashwani Gupta e Guy Rodríguez estiveram essa semana no Complexo Industrial de Resende e, pouco depois participaram, em Puerto Iguazú, na Argentina, do lançamento da Nova Nissan Frontier, picape média produzida na Argentina cujo principal mercado é o Brasil. Durante o evento se anunciou outra importante aposta da fabricante japonesa com foco na América do Sul: a criação de um novo turno de produção, nos próximos meses, na planta de Santa Isabel, onde se fabrica a nova picape.




Comentários