Exclusiva

CNH Industrial Agricultura deve dobrar para US$ 4 bilhões investimentos em P&D e Capex

Novo plano estratégico da empresa tem como um dos focos o desenvolvimento de inovações centradas no cliente em termos de automação e autonomia, ecossistemas de máquinas conectadas e combustíveis alternativos.

Em fevereiro, a CNH Industrial, empresa de equipamentos e serviços dona de marcas como New Holland, CASE e STEYR, anunciou seu plano estratégico de desenvolvimento até 2024. Sob o propósito Breaking New Ground, a empresa tem como objetivo ser centrada em inovação, sustentabilidade e produtividade. Além disso, os clientes serão o principal foco das ações da CNH Industrial neste período. 

“As capacidades aprimoradas de nossos negócios, focados em Agricultura e Construção, alavancarão nossos pontos fortes e ativos adquiridos. Estes são apoiados por uma equipe extremamente experiente, unida por objetivos comuns, que entregará ações ousadas em toda a organização para nossos stakeholders. Guiado a cada passo por nossos clientes, nosso plano permitirá que a CNH Industrial forneça produtos de altíssima qualidade, com tecnologia de ponta, para agricultores e profissionais da construção em todo o mundo”, destacou o CEO da empresa, Scott Wine, durante a apresentação do plano. 

Tecnologia do futuro

Alinhado com seu propósito, no campo da tecnologia a empresa terá foco no desenvolvimento de soluções de automação. Nos próximos anos o desafio do agronegócio será gigantesco, uma vez que o campo terá que produzir mais alimentos para uma população crescente, porém de forma mais sustentável. 

A CNH Industrial pretende ajudar a superar essa barreira por meio de equipamentos que ajudem a criar um ciclo agrícola totalmente autônomo. De acordo com o Presidente global do segmento de agricultura da CNH Industrial, Derek Neilson, os investimentos em P&D e Capex quase dobrarão para US$ 4 bilhões, com foco em inovações centradas no cliente em termos de automação e autonomia, ecossistemas de máquinas conectadas e combustíveis alternativos.

No setor de construções, a empresa prevê o aprimoramento das capacidades por meio de seu maquinário, oferecendo novas soluções para gerar maior produtividade, segurança e sustentabilidade. 

Crescimento sustentável

Como não poderia deixar de ser, a sustentabilidade também foi um tema central na apresentação do plano. A estratégia nesse sentido inclui ações para garantir o ciclo de vida sustentável dos produtos, otimização do uso de água e gestão de resíduos.


Continua depois da publicidade


No campo das pessoas, a empresa defende um crescimento com inclusão, equidade e engajamento. Para tal, além de um capital humano equitativo, a CNH Industrial pretende se engajar de forma significativa com as comunidades onde atua. 

Por fim, quando fala em governança, a empresa diz estar implementando métricas aprimoradas para medir seu desempenho de sustentabilidade. 

Financeiro

Para possibilitar tudo isso, a empresa prevê investimentos disciplinados que darão impulso ao crescimento orgânico, ao mesmo tempo que busca oportunidades de crescimento inorgânico para acelerar a lucratividade.Sendo assim, o Capex aumentará até 2024.

A companhia aponta também o fim da sua dívida líquida até 2023 e prevê uma margem bruta superior a 24% até 2024. 




Comentários