Bem Brasil investe R$ 700 milhões para ampliação da armazenagem e novos equipamentos

Aporte para construção da nova câmara de congelamento e aumento da capacidade da usina termoelétrica fazem parte do plano de crescimento sustentável da empresa.

A Bem Brasil Alimentos dá mais um importante passo para levar adiante o seu plano de expansão, que vai dobrar a atual capacidade produtiva até meados do próximo ano. A empresa ampliará seu armazém, no município de Perdizes, no Triângulo Mineiro, por meio da construção de uma nova câmara de congelamento automático. Além disso, com o objetivo de duplicar a potência de uma das suas usinas termoelétricas, adquiriu um pacote de equipamentos, que acabam de chegar à unidade.

Os investimentos fazem parte do aporte total, da ordem de R$ 700 milhões, que inclui a implantação da terceira fábrica em Minas Gerais – em obras – e o aumento da estrutura de suporte, de armazenagem, área de estocagem, entre outros aspectos necessários para suportar o crescimento da companhia. Atualmente, a Bem Brasil é líder em vendas de batata pré-frita congelada no país, com 40% do mercado, e projeta ampliar essa fatia nos próximos anos. Após a conclusão das ações, especialmente com a nova planta em plena operação, será possível aumentar o volume de produção das atuais 250 mil toneladas do produto, ao ano, para cerca de 500 mil, além de diversificar ainda mais o mix.

De imediato, no entanto, os dois outros projetos em andamento já proporcionarão uma série de benefícios à empresa. Segundo o diretor operacional, Célio Zero, a expansão do armazém viabilizará vantagens logísticas, entre elas, agilizar os processos internos de expedição, otimizar a segurança dos alimentos no manuseio, proporcionar economia no consumo de energia elétrica e controle de estoque disponível de forma online. “A iniciativa nasce como resultado do crescimento, já que dobramos o volume de vendas nos últimos quatro anos, além das exigências da expansão prevista. Assim, é preciso adequar o espaço para abrigar matérias-primas e produtos acabados”, argumenta. A nova câmara será composta por dois corredores de 143 metros de comprimento e terá capacidade total de 30.000 ton.

Termoelétrica

A Bem Brasil também investe em uma solução completa para garantir a continuidade da geração de energia própria e, consequentemente, mais segurança na operação da planta e um peso menor do insumo na composição de custo do produto final. Para isso, foram comprados equipamentos, com vistas a dobrar a potência de uma das usinas termoelétricas, em Perdizes, como conjunto turbogerador, transformadores, retificadores, bancos de baterias, turbina a vapor, entre outros, entregues neste mês de abril. O material ainda é projetado para oferecer alta performance e mais eficiência nas diversas aplicações.




Comentários