Busch investe no pós-vendas para apoiar as atividades dos clientes na pandemia

Garantia de 12 meses para os serviços executados em bombas de vácuo e sistemas de vácuo contribui para eficiência e desempenho de equipamentos em campo.


Continua depois da publicidade


Diante dos desafios impostos pela pandemia da Covid-19, a compra de novos equipamentos tem sido adiada, exigindo mais da manutenção das bombas de vácuo e sistemas de vácuo nos clientes da Busch, multinacional alemã que é referência mundial em tecnologia de vácuo. Para o pós-vendas da empresa, essa demanda amplia o leque de oportunidades, uma vez que, com a manutenção preventiva ou corretiva, o cliente conta com garantia de 12 meses para os serviços prestados, tal como na aquisição de novas máquinas.

Atualmente, a Busch conta com uma estrutura robusta de pós-vendas para o atendimento dessa demanda, acentuada pela pandemia. A unidade de Jarinu (SP) possui um Centro de Serviços altamente preparado para acompanhar todo o ciclo de vida dos equipamentos comercializados no Brasil e no Paraguai, seja por meio da oferta de manutenção preventiva e corretiva ou então por meio de consultorias e treinamentos gratuitos.

“Seguimos os padrões de trabalho da matriz, o que inclui o uso de ferramental específico para bombas de vácuo e realização de treinamentos constantes da nossa equipe técnica”, conta o responsável pela área, Lucas Soares. Segundo ele, o Centro de Serviços da Busch do Brasil tem quase 1 mil m2 dedicados, exclusivamente, aos serviços de manutenção, bem como uma equipe de 20 pessoas trabalhando diretamente nesta frente.

Um dos grandes diferenciais do Pós-Vendas da companhia é a oferta de 12 meses de garantia para os serviços de reparo executados na unidade – ou seja, o mesmo tempo de cobertura de um equipamento novo, porém, por um investimento menor. “Trabalhamos com um exigente grau de excelência para garantir que as bombas de vácuo restauradas tenham o mesmo desempenho e eficiência de um equipamento recém comprado, garantindo, assim, que as operações de nossos clientes não parem”, salienta Soares.


Continua depois da publicidade


Entre os serviços realizados na parte de reparos, destacam-se a limpeza profunda das bombas de vácuo com maquinário específico, jateamento, recuperação e retífica de peças, balanceamento dinâmico, sala de teste dinâmico e pintura. “Vale pontuar que o lead time do serviço depende do modelo do equipamento, mas em casos mais urgentes, conseguimos revitalizar a bomba de vácuo por completo em um prazo de 3 a 5 dias para alguns modelos”, diz Soares.

Para atender de forma eficiente todas as demandas, a companhia possui mais de 3 mil itens originais em estoque. “Contamos com o Centro de Serviços de bombas de vácuo mais bem estruturado do país - tudo com o objetivo de dar mais tranquilidade aos clientes que necessitam de atendimentos emergenciais”, finaliza o executivo.




Comentários