Novas barras para mandrilamento e torneamento da Seco reduzem vibrações em mais aplicações


Continua depois da publicidade


Ferramentas de amortecimento de vibrações Steadyline da Seco recebem novas opções de interface de fuso para suas barras de mandrilar/torneamento. As barras mais recentes, que apresentam conexões laterais de máquina HSK-T/A63, HSK-T/A100 e Seco-Capto C8, levam os resultados de alto desempenho da linha para ainda mais aplicações.

A conexão HSK-T/A permite que as ferramentas realizem operações de torneamento estático em tornos com fusos HSK-T e operações de mandrilamento em centros de usinagem com fusos HSK-A. O HSK-T e o HSK-A são completamente compatíveis, a diferença existente é que o HSK-T apresenta ranhura motriz com dimensões reduzidas e tolerâncias mais apertadas. O HSK-T/A63 está disponível nos tamanhos 6xD e 8xD e o HSK-T/A100 está disponível nos tamanhos 6xD, 8xD e 10xD.

A conexão do Seco-Capto C8 complementa os tamanhos C4, C5 e C6 existentes. Ela está disponível nos comprimentos 6xD, 8xD e 10xD.

As barras de mandrilamento/torneamento Steadyline reduzem as vibrações em condições extremas de corte por meio do “sistema passivo dinâmico” dentro do corpo do suporte, permitindo a alta remoção de metal, menos tensão da ferramenta da máquina e acabamentos suaves da superfície da peça. Isso permite fazer operações de torneamento/mandrilamento para atingir longas distâncias que não seriam possíveis com barras convencionais ou dados de corte mais amplos em comparação com a barra convencional com o mesmo comprimento. A conexão modular e compacta GL nessas barras proporciona alta precisão e repetibilidade de centralização da ferramenta de torneamento instalada ou das barras de mandrilar, bem como alterações rápidas de ferramentas.




Comentários