Mazak Sulamericana inaugura novo Centro Tecnológico em Vinhedo (SP)

Com 5 mil m2 de área construída, CT tem objetivo de ser um provedor de soluções para os clientes da empresa do segmento de máquinas-ferramenta e máquinas de corte a laser.


Continua depois da publicidade


A Mazak Sulamericana, subsidiária brasileira da japonesa Yamazaki Mazak, especializada na produção de máquinas-ferramenta e máquinas de corte a laser, inaugura, na próxima semana, o seu novo Centro Tecnológico no Brasil, instalado em Vinhedo, região metropolitana de Campinas, em São Paulo. Segundo o general manager da Mazak Sulamericana, Martin Vay, a nova sede faz parte do processo de expansão da empresa. “Em 2012, crescemos 15% em relação a 2011. A expectativa para 2013, com o novo CT, é, não apenas de aumentar o faturamento em cerca de 20%, mas, de ampliar o market share da companhia no país e ter maior visibilidade no mercado”.
 
O executivo explica que os Centros Tecnológicos da Mazak – que hoje são 80 espalhados em 22 países em todo o mundo – têm como objetivo ser centros provedores de soluções para os clientes que utilizam as máquinas-ferramenta e de corte a laser da companhia. “Nosso foco é oferecer todo o suporte aos clientes na utilização de nossas máquinas, desde a pré-venda e treinamento, até complexas integrações e automações, para que possam extrair o máximo em produtividade dos equipamentos”, explica o executivo.
 
O prédio de dois andares, instalado em área de 29.140 metros, com 5 mil m2 de área construída, conta com um showroom e área de try out com 1.080m2, auditório para 99 pessoas, salas de reunião, treinamento, call center, assistência técnica e suporte de peças, restaurante e lounge – tudo no andar térreo. Além disso, no andar superior foram instaladas todas as áreas de suporte à operação, como os setores administrativo, vendas e engenharia de aplicações.
 
O empreendimento, que deve gerar cerca de 100 novos empregos, foi construído em área estratégica e de fácil acesso aos clientes: à margem da Rodovia Anhanguera (logo na entrada de Vinhedo), a 20 minutos do Aeroporto de Campinas e a apenas 75km da cidade de São Paulo.
 
Para marcar a inauguração das novas instalações, haverá solenidade oficial no próximo dia 25 de junho, com as presenças já confirmadas do presidente mundial da Yamazaki Mazak, Tomohisa Yamazaki; do Cônsul Geral do Japão, Noriteru Fukushima; do Cônsul do Departamento de Economia do Japão, Toshinobu Tsuboi; do diretor da Mazak Sulamericana, Motoyasu Kakutani; do General Manager da Mazak Sulamericana, Martin Vay; e do prefeito de Vinhedo, Milton Serafim.
 
Já nos dias 26 e 27, haverá o Open House de inauguração para clientes, fornecedores e parceiros, que poderão conhecer as inovações oferecidas pela Mazak em máquinas- ferramenta e de corte a laser, com processos e técnicas de produção inovadoras. Nestes dois dias, além de mostrar aos visitantes as novas instalações, a empresa oferecerá algumas palestras, como “Automação para otimização dos processos de corte a laser”; “Comando CNC adequado a sua máquina”; “Vários níveis de automação aplicados à máquina CNC” e “A evolução da usinagem multitarefa”.
 
“Na Yamazaki Mazak, a partir de nossa perspectiva global como líder na fabricação de máquinas-ferramenta, desejamos crescer continuamente como a melhor parceria de nossos clientes nesse segmento em todas as partes do mundo”, afirma o presidente mundial da companhia, Tomohisa Yamasaki. Segundo ele, o objetivo da companhia é, “em primeiro lugar, continuar expandindo e melhorando nossas bases para oferecer soluções tecnológicas de alta qualidade, melhorar o serviço pré e pós-vendas e oferecer suporte a nossos clientes de todas as partes do mundo”.
 
As máquinas da Mazak são utilizadas para a produção de componentes de diversos setores da indústria, desde aplicações médicas, como próteses, a peças para aviões e helicópteros. No Brasil, os segmentos de maior atuação da empresa são também os que apresentam maior crescimento no período, como energia (petróleo, eólico e biocombustíveis), automotivo, médico, aeronáutico, construção, agrícola e mineração.
 
“A atuação em diversas áreas permite que a balança da empresa sempre esteja positiva. O Brasil cresce e a Mazak contribui para este crescimento. O País não consegue competir no mercado internacional sem utilizar tecnologia de ponta e as nossas máquinas são grandes aliadas para aumentar a produtividade e consequentemente a competitividade das empresas, principalmente aquelas que buscam se internacionalizar, pois competitividade é a chave para a exportação. Nossas máquinas incorporam os mais modernos conceitos de fabricação e usinagem”, completa Vay.



Comentários