Agrishow começa nesta segunda-feira (29) em Ribeirão Preto

Simulações de máquinas em lavouras são as principais atrações do evento.


Continua depois da publicidade


Clima seco favorece demonstrações de campo na Agrishow em Ribeirão

Começou nesta segunda-feira (29), em Ribeirão Preto (SP), a Feira Internacional de Tecnologia Agrícola (Agrishow), considerado o maior evento de agronegócio a céu aberto do mundo. E se depender do que preveem os meteorologistas, produtores rurais e industriais do setor já podem comemorar resultados positivos no ano em que a Feira comemora a 20ª edição.
 
Diferente do ano passado, quando as chuvas cobriram de lama os estandes e atrapalharam demonstrações de campo e reuniões de negócios, o calor e o tempo seco previstos para toda a semana devem aquecer as vendas e ajudar os organizadores a movimentar os R$ 2,5 bilhões previstos - 10% a mais que no ano passado.
 
Durante os cinco dias de evento, até a próxima sexta-feira (3), cerca de 152 mil pessoas de todos os estados e de outros países devem circular pelos 440 mil metros quadrados da Fazenda Experimental, onde a feira acontece, às margens da Rodovia Prefeito Antônio Duarte Nogueira (SP-333), em busca de soluções e inovações tecnológicas para o campo.
 
Especialistas, pesquisadores, investidores e, principalmente, pequenos agricultores, terão a atenção disputada por 790 empresas que comercializarão desde tratores até aviões, passando por equipamentos agrícolas, insumos e ferramentas. Como nas edições passadas, as demonstrações de máquinas em campo são as atrações mais esperadas: um espetáculo a parte na conquista pelos clientes.
 
Exemplo disso é uma área com 16 hectares, o equivalente a 40 campos de futebol, que será utilizada em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para demonstrar possibilidades do Sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), que contribui para recuperar áreas degradadas.
 
Agronegócio
 
Segundo o presidente da Agrishow, Maurílio Biagi, são grãos como a soja que devem alavancar as vendas na 20ª Agrishow. Isso porque, o resultado recorde de produtividade - a um mês para o encerramento da safra o país já produziu 81,94 milhões de toneladas - representa mais dinheiro no bolso dos agricultores e mais investimentos para a próxima colheita.
 
Ao mesmo tempo, Biagi destaca que a venda de máquinas para a cultura de cana-de-açúcar também deve se destacar, já que em 2014 está previsto o fim da queima da palha da cana em áreas mecanizáveis. “Apesar de o 'boom' da produção não estar totalmente voltado para a cana, as expectativas mesmo assim são muito boas”, afirma
 
No ano passado, a Agrishow movimentou R$ 2,15 bilhões, 23% a mais que o volume negociado em 2011, quando o balanço da feira fechou em R$ 1,75 bilhão. Este ano, a expectativa é movimentar R$ 2,5 bilhões.
 
Serviço: 20ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow)
Dias: 29 de abril a 03 de maio
Horário: das 8h às 18h
Local: Rodovia Prefeito Antônio Duarte Nogueira (SP-333) próximo ao km 321
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (estudantes e idosos com comprovação).
Estacionamento: R$ 30 (carros) e R$ 45 (ônibus, vans e VIP valet)
Classificação: 16 anos
 
Por Adriano Oliveira/ G1



Comentários